Seja bem-vindo ao site dos Amigos da Marinha (Página não oficial)
Home Corpo de Fuzileiros Navais celebra 209 anos
Corpo de Fuzileiros Navais celebra 209 anos

A cerimônia alusiva aos 209 anos do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) foi realizada pelo Comando-Geral de Fuzileiros Navais (CGCFN), no dia 7 de março, na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, no Rio de Janeiro (RJ). Presidida pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, a cerimônia foi marcada pela realização de homenagens, a começar pela entrega de Medalha Mérito Anfíbio a 76 militares da Marinha do Brasil, entre oficiais e praças. Essa condecoração é concedida como reconhecimento aqueles que, em exercício e operações, distinguiram-se pela exemplar dedicação à profissão e pelo combate anfíbio.

“Onde estiver em questão a soberania e os interesse do Brasil, onde estiver a expressão do Brasil pela paz, lá também estará a contribuição dos Fuzileiros Navais, que nos orgulham pelo seu compromisso, pela sua história, em particular, pela absoluta dedicação aos interesses nacionais”, destacou o Ministro Raul Jungmann. Na ocasião, também foi entregue a Medalha Almirante Sylvio de Camargo a quatro oficiais da Marinha do Brasil que obtiveram o primeiro lugar na classificação final do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais.

O Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Alte Esq (FN) Fernando Antonio de Siqueira Ribeiro, destacou a importância do CFN para o País e relembrou a trajetória do Corpo em seus 209 anos. “Hoje nós temos a oportunidade de mostrar para a Marinha do Brasil e para a sociedade de uma forma geral as capacidades do Corpo de Fuzileiros Navais.”, salientou.

Dentre as principais atividades exercidas pelos Fuzileiros Navais, destacam-se: a Missão das Nações Unidas, para a Estabilização no Haiti e a Força Interina das Nações Unidas no Líbano; a segurança das Embaixadas do Brasil no Paraguai, n Bolívia e no Haiti; Operações de Garantia da Lei e da Ordem, em diversos pontos do País; e à retomada da execução das Operações Anfíbias, com a realização de uma “UanfEX” e o retorno da “Operação Dragão”, na sua XXXVII edição, realizada no litoral capixaba com a presença de aproximadamente 4 mil militares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.